Universitários surpreendem no I Hackathon

Tamanho da LetraA+A-

Vinte e cinco universitários dos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia da Computação, Ciência da Computação e Administração, aceitaram o desafio e participaram do I Hackathon do Unasp campus São Paulo.

Durante 12 horas de intensa atividade prática, que teve início às 20h do dia 24 indo até às 8h do dia 25 de junho, os estudantes tiveram a responsabilidade de desenvolver projetos, elaborar ideias inovadoras e empreender.

Divididos em grupos com representantes de cada um dos cursos, a tarefa principal foi elaborar um projeto real, inovador e que atendesse ao tema: "Torne o Unasp Ainda Mais Incrível ". O desafio era apresentar soluções de excelência a partir da identificação de um aspecto a ser aperfeiçoado na instituição.

Foram postos em exercício conhecimentos adquiridos em sala de aula. As disciplinas estratégicas e de gestão, conforme praticadas pela área de Administração, foram trabalhadas junto às áreas de Tecnologia. O aprendizado em desenvolvimento de software e programação foram explorados pelos universitários na criação de novos produtos e serviços atendendo ao desafio proposto.

A estudante de Administração, Cristiane Rodrigues, aproveitou a oportunidade para aperfeiçoar suas habilidades e reconhece o potencial do trabalho em equipe. "É muito importante cada um poder ouvir o que o outro tem a dizer na sua área e juntar tudo isso para tentar realmente desenvolver um projeto e, quem sabe, colocar esta ideia em prática”, descreveu a aluna.

Em formato de competição, como é característico a um programa de hackaton, os grupos trabalharam com seriedade para oferecer o melhor produto possível.

A atividade que durou, portanto, uma noite toda teve o acompanhamento e a orientação dos professores Gustavo Caetano, coordenador de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Laércio Carpes, coordenador dos cursos de Ciência e Engenharia da Computação e Fabio Bergamo, coordenador de Administração.

“O engajamento dos alunos para mim foi surpreendente. Eu já participei de alguns hackathons e é muito comum eles irem desistindo no meio do caminho e você percebe quando não está muito bom o trabalho e não vai ser competitivo. Então ver todo mundo ali competindo para ver qual seria a melhor solução, foi sensacional para a primeira edição”, avaliou Fabio Bergamo.

As propostas apresentadas estavam bastante competitivas. De manhã, o júri composto pela diretoria do Unasp-SP escolheu o projeto vencedor.

O grupo que ficou em primeiro lugar, por apenas um ponto de vantagem sobre o segundo colocado, se preocupou em proporcionar uma melhor experiência nas filas dos departamentos de atendimento no campus. Criando facilidades através do uso da tecnologia para mobilidade em aparelhos celulares e outros dispositivos móveis.

por Murilo Pereira