Representantes do Unasp participaram do congresso internacional: I Will Go

Tamanho da LetraA+A-

No mês de setembro, cerca de mil jovens adventistas de diversos países se reuniram na Universidade Adventista Del Plata, na Argentina, para o Segundo Congresso Internacional de Universitários Missionários Adventistas, o "I Will Go". Representantes dos três campi do Centro Universitário Adventista de São Paulo, Unasp, estiveram presentes no evento que ocorreu entre os dias 5 e 7 do mês.

O objetivo do "I Will Go" é promover e incentivar a participação ativa de jovens universitários no serviço voluntário adventista, tanto no contexto global quanto local. O encontro proporcionou reflexão, capacitação, intercâmbio e testemunhos, de forma que os participantes puderam aprender uns com os outros ao compartilharem experiências.

A estudante de Psicologia do Unasp SP, Laryssa Furtado, considera que o congresso ampliou seus horizontes e perspectivas a respeito do trabalho missionário e a motivou a sair da inércia. “Me deparei com o desejo de fazer algo, por menor ou mais simples que seja, ser útil, usar minhas capacidades para Deus.  Uma missão nos foi confiada: ‘Ide!’ Cabe a cada um responder: ‘I will go!’, eu irei! Confiar sua vida inteiramente a Deus e permitir que Ele lhe use para alcançar, ajudar e ser a diferença na vida de alguém”, enfatizou.

Para o diretor de Desenvolvimento Espiritual do Unasp campus Hortolândia, pastor Jael Eneas, o "I Will Go" é um movimento para apressar a volta de Jesus. Segundo o pastor, o estudante do Unasp possui enorme potencial missionário. “Mais do que nunca o jovem defende a cultura da sustentabilidade e do voluntariado. Enquanto empresas e comunidades adotam o voluntariado para deduzir impostos, os Adventistas do Sétimo Dia têm no voluntariado sua marca distintiva, a marca de um estilo de vida. Cremos que servir abre a principal porta do ser humano: a porta do coração”, explicou.

O próximo "I Will Go" ocorrerá em 2015, no Brasil, em um dos três campi do Unasp. A expectativa do pastor Jael Eneas é a de que, nos próximos anos, os projetos missionários do Unasp cresçam e sejam aperfeiçoados a ponto de ser uma marca institucional visível e reconhecida.  “A visão do servir deve ser incorporada pela comunidade acadêmica como uma estratégia evangelística: amar, anunciar, apressar e aguardar a breve volta de Cristo”, ressaltou.

O conteúdo apresentado durante o evento está disponível em vídeo através do site: http://envivo.iwillgo.uap.edu.ar/

por Murilo Pereira