Entusiasmo marca início das atividades no Unasp-SP em 2017

Tamanho da LetraA+A-

Na manhã de quarta-feira, dia 18 de janeiro, foi o dia em que todos os professores do Unasp campus São Paulo retomaram as atividades após o período das férias. Todos os anos esse momento é marcado por um encontro que reúne todos os docentes e servidores do centro universitário.

Na ocasião, todos participam juntos de um culto de consagração pelo ano que se inicia e gratidão pelo ano anterior. É também uma oportunidade para confraternização entre todos os colegas de trabalho que atuam em diferentes áreas. Tanto do conhecimento quanto de trabalho no campus.

A direção apresentou relatórios dos objetivos e investimentos realizados durante o ano de 2016 e anunciou os projetos, metas e desafios para 2017. O diretor geral do Unasp-SP, pastor Douglas Menslin, enfatizou que todas as ações e trabalho para o ano que se inicia serão realizadas com intencionalidade, excelência e espiritualidade. “Devemos ser uma instituição mais comprometida com ela mesma e com os nossos ideais”, disse durante sua apresentação.

Cada colaborador do Unasp-SP recebeu um material impresso com ênfase nos valores, ideais, missão e visão da instituição. O objetivo da diretoria do campus é compartilhar com todo o grupo de profissionais a importância do comprometimento com os princípios e valores que compõe a marca Unasp.

“Eu consegui perceber um grupo bem integrado. Sempre numa visão de crescimento, de superação, e isso me fez querer entrar nessa aventura de crescer, aprender e a sensação é de felicidade”, concluiu a professora Roberta Oliveira que acaba de chegar ao Colégio Unasp para ser a professora do terceiro ano do ensino fundamental.

Assim como ela, a Tais Helena da Silva que até 2016 lecionava no Colégio Adventista de Taboão da Serra, conta que também gostou da recepção. “Gostei muito de ver o crescimento de 2016, as metas para 2017 que são muito boas, por fazer parte delas e poder participar deste crescimento”, considerou.

Já Shirley Rego, professora do quarto ano do ensino fundamental, o momento trouxe também nostalgia e recordações. Formada em Pedagogia pelo Unasp-SP, ela conta que estudou na instituição desde o ensino fundamental até a pós-graduação.

“Para mim é um retorno para casa. Eu cresci aqui, eu me criei aqui dentro e chegar aqui como professora depois de tantos anos, é uma realização. Até então eu era só a aluna, uma filhinha da casa. Quero contribuir com outras pessoas como foi comigo. Talvez eu veja alunos crescendo como resultado de um trabalho assim como foi feito comigo”, afirmou.

Para o reitor do Unasp, doutor Martin Kuhn, este encontro é importante que cada pessoa que atua na instituição saiba qual é o horizonte que está diante dela. “Quando você vê os sonhos se sente parte deles. Você é desafiado a dar o seu melhor para que aquilo aconteça. Traz sentido para o seu ano de trabalho. Sentido para acordar a cada dia. Vimos aqui a explanação de projetos que são críveis, que são possíveis. Eu me senti parte deles, eu me senti como cada um deles, colaboradores do campus. Olhando o Unasp como um todo, cada campus buscando os seus objetivos, cada campus traçando estratégias, isso compõe o todo do Unasp. É extraordinário ver que Deus tem operado em cada local com muitas bênçãos e colocado as energias e o entusiasmo para as pessoas realizarem essa missão através da educação”, definiu.

Por Murilo Pereira