Semana de Psicologia prepara universitários para viver experiências extremas

Tamanho da LetraA+A-

Seja no dia a dia do consultório ou em outros espaços, o psicólogo deve estar sempre preparado para agir e atuar da melhor forma, mesmo que as circunstâncias sejam as mais diversas e extremas possíveis.

Em janeiro de 2013, o Brasil assistiu com pesar as notícias sobre o incêndio que vitimou 242 pessoas, em sua maioria jovens universitários, na Boate Kiss em Santa Maria, Rio Grande do Sul. Em meio a tragédia, os familiares das vítimas receberam o suporte psicológico por uma equipe gerenciada pela doutora Claudete Milaré.

Convidada para a Semana de Psicologia do Unasp campus São Paulo, que teve por título Psicologia em Situações Extremas, Claudete ensinou aos estudantes a aplicação do protocolo Debriefing, que traz as ações em Saúde Mental necessárias para o atendimento psicológico de pessoas em situações de acidentes e desastres.

“Estamos vivendo em uma fase de grandes acontecimentos. Antigamente não víamos catástrofes no Brasil. Hoje já vemos. Como a chuva e os desabamentos que ocorrem, por exemplo. Além das catástrofes ocasionadas pelo homem como a da boate em Santa Maria e em outros lugares que acabamos vendo. O profissional de psicologia tem que entrar em contato com isso. Tem que aprender várias ferramentas para vários tipos de trabalho. Hoje em dia a formação de um psicólogo não é apenas para ele ir a uma clínica ou ir para uma empresa. É importante conscientizarmos o aluno de psicologia de que ele tem mais recursos e opções para atuar”, explicou Claudete.

A programação que aconteceu entre os dias 27 e 30 do mês de agosto, trouxe outros profissionais com competências para ajudar os alunos a se preparem melhor para o mercado de trabalho. Além das palestras, em todas as manhãs e noites, durante toda a Semana de Psicologia foram oferecidas oficinas com diversas especialidades.

“A Semana de Psicologia é muito boa porque ela traz alguns temas diferenciados. Temos a nossa grade curricular com as coisas que precisamos cumprir, mas a Semana de Psicologia traz palestrantes de fora e mesmo os professores nossos dão oficinas com muitos assuntos interessantes. Assim, conseguimos ter outro panorama, pois um programa como esse consegue ampliar a nossa visão e isso é muito importante”, afirmou Daniel Schiefelbein, graduando do curso.

Todos os anos a Semana de Psicologia comemora também o Dia do Psicólogo, celebrado em 27 de agosto. Nesta edição, a Semana do curso de Psicologia do Unasp-SP teve sua abertura em um programa especial organizado pelo Centro Acadêmico do curso de Psicologia e com o apoio da coordenadora, Vivian Araújo. Com o título de Psiconigth, os estudantes se reuniram em uma noite de domingo e no dia do psicólogo para uma conversa franca entre professores e colegas interessados no melhor que podem vivenciar dentro da profissão. Tudo em um ambiente descontraído e propício para o aprendizado.

Por Murilo Pereira